quinta-feira, 15 de outubro de 2015

A Arte como Farol


Hoje, na biblioteca da Brotero, decorreu a atividade “A arte como farol”, dinamizada pelo Linhas (Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, Jazz ao Centro e Casa da Esquina). Esta iniciativa surge integrada no âmbito do Projeto Ler+ Jovem – À Sombra das Palavras, na sua dimensão artística – “Toda a arte é atópica”.

"Esta atividade parte da ideia da arte como elemento que, tal como um farol, nos pode ajudar a encontrar o nosso lugar, a situar-nos. Aponta diferentes caminhos possíveis, fortalece escolhas, estimula-nos a questionar outras e pode até salvar. Pode tornar visível, iluminar, o que frequentemente não vemos, seja o que está dentro de nós, o que está ao nosso lado ou nas profundezas da história da humanidade… permite-nos sentir que não estamos sozinhos… que há outros que sentem, veem, como nós, aqui ou no outro lado do mundo… hoje como ao longo dos tempos…"










Sem comentários:

Enviar um comentário