segunda-feira, 21 de novembro de 2011

mulheres a(c)tivistas

Monira Raham (Bangladesh), contra os ataques com ácido de que as mulheres são vítimas, Hina Jilani (Paquistão), contra os crimes de honra e Agnes Parelvo (Quénia) que preconiza a educação como a solução para os direitos das mulheres, são apenas três exemplos de histórias de vinte e seis mulheres ativistas pelos direitos e liberdades e contra todo o tipo de violência em relação às mulheres.

Trata-se de uma exposição itinerante da Amnistia Internacional Portugal e da Biblioteca Municipal de Coimbra, no piso 2 da Biblioteca da ESAB.

Há um ano (ver), a escola apresentou uma exposição e palestra nesta mesma data, resultado de um trabalho colaborativo entre o Gabinete do Aluno (GA), alunos do 12º ano do curso cientifico-humanístico de Artes, coordenados pelo prof. Valdemar Mendes e a Biblioteca Escolar (BE). Para este ano, o GA e a BE mantém a sua parceria e propõem mais atividades, das quais daremos conta muito brevemente.

Sem comentários:

Enviar um comentário